É oficial: na Câmara Municipal do Rio, comissionado não assina ponto nem tem carga horária

Resolução da Câmara Municipal do Rio de Janeiro ratifica que basta vereador atestar o trabalho de seu funcionário comissionado para que ele receba salário.