Detran do Rio repassa R$ 1 milhão por mês para assessoria de imprensa e relações públicas

Uma portaria do Detran-RJ, publicada na última sexta (15), em Diário Oficial, abriu o caixa do departamento para reforçar a sua comunicação. O texto estabelece um repasse de R$ 7 milhões – R$ 1 milhão por mês, de janeiro a julho – para que a Subsecretaria de Comunicação Social do governo preste serviços de “assessoria de imprensa e relações públicas de interesse do órgão”. O detalhamento da despesa fala em “promover ação educativa em segurança do trânsito”.

Em tempos de dificuldades financeiras no estado, a verba não foi a única a sair do Detran-RJ para a Subsecretaria de Comunicação. Mais R$ 10 milhões foram destinados, também na última sexta, pelo órgão para “serviços de comunicação em educação no trânsito e utilidade pública”. Deste valor, R$ 1 milhão é referente a janeiro, R$ 6 milhões são para fevereiro e R$ 3 milhões para março. O detalhamento da despesa também fala em “promover ação educativa em segurança do trânsito”.

Desde que o governador Wilson Witzel assumiu o cargo, o Detran-RJ tem sido o órgão que está mais na berlinda na imprensa. Boa parte disso se deve ao anunciado fim da vistoria de veículos, promessa de campanha que acabou virando uma dor de cabeça. O governo manteve a taxa de R$ 202,55 apesar de não prever mais o serviço. Entre idas e vindas na Justiça, a cobrança está mantida.

O departamento de trânsito do estado também vem enfrentando problemas em postos de atendimento. Segundo a TV Globo, nesta terça, por exemplo, sete unidades em diversos pontos do estado não abriram por causa de paralisações de funcionários terceirizados, que estão com atrasos nos pagamentos.

Quase R$ 22 milhões para comunicação

O caixa da Subsecretaria de Comunicação não recebeu o reforço só do Detran. A Casa Civil repassou R$ 30,8 mil para a despesa anual com publicidade legal, como avisos de licitações e afins. O Rio Previdência, R$ 500 mil para “serviços de publicidade de interesse do órgão” ao longo de 2019. A Polícia Militar destinou R$ 1,045 milhão para “publicidade legal de interesse do órgão”, também pelo prazo de um ano. Já a Secretaria de Saúde cedeu R$ 3,375 milhões para “prestação de serviços de utilidade púbica”. Há ainda R$ 72 mil do Instituto Vital Brasil e R$ 8 mil da Secretaria de Educação.

Ou seja, somente na última sexta, a subsecretaria foi contemplada com quase R$ 22 milhões. A pasta é comandada pelo jornalista Luiz Fernando Rila. Ele já teve passagens por veículos como Veja e Estadão, além da gigante da comunicação FSB. No ano passado, esteve na campanha de Henrique Meirelles, segundo o site J&Cia.

*Foto em destaque: Funcionários do Detran realizam campanha educativa na orla da Zona Sul do Rio, em junho do ano passado / Crédito: Divulgação

Deixe uma resposta